Buscar
  • webrazil

Nova usina solar reforça o agronegócio em Itajobi (SP)

Com linhas de crédito diferenciadas, os sistemas de energia solar têm sido uma opção também para as atividades ligadas ao agronegócio. Com foco neste público, foi instalada em agosto uma nova usina fotovoltaica na cidade de Itajobi (SP): a Usina Pamiro, viabilizada pela NEXTi Engenharia, de Araraquara (SP), e que produz energia para a Pamiro Agropecuária S/A.


A empresa do setor solar atende ainda demandas de indústrias, e é parceira da We Brazil Energy. A We agradece a NEXTi pelas ações conjuntas voltadas ao segmento fotovoltaico, tão importante para o desenvolvimento sustentável do país.


Foto panorâmica da usina fotovoltaica instalada para a Agropecuária Pamiro Foto: Divulgação

No caso da usina em Itajobi, segundo o diretor da NEXTi, Marco Quatrochi, o projeto foi contratado pela agropecuária para atender toda a demanda de irrigação da fazenda. "Temos outros projetos como esse em andamento e uma demanda grande dessas usinas nos estados de São Paulo e Minas Gerais, principalmente. Uma usina de 1MB (megabyte) é viabilizada em seis meses, desde o projeto até conexão à rede", afirmou.


No momento, há uma usina com construção já acertada, de 800 Kw, e outra em projeto, de 1MB, ainda de acordo com Quatrochi. O retorno de investimento, no caso de uma usina de 1MB, é estimado em três anos e meio.


Há também projetos importantes da empresa que atendem outros tipos de empreendimentos. Na própria cidade de Araraquara, por exemplo, a NEXTi viabilizou um sistema fotovoltaico para reduzir os custos com energia elétrica de um grande laboratório de análises.


Veja abaixo vídeo institucional sobre a usina Pamiro.



Além de reduzir em até 95% a conta de energia dos consumidores, a geração fotovoltaica tem ainda um grande apelo em relação ao setor rural, que é a de ser sustentável, com benefícios ao meio ambiente.


#UsinaFotovoltaica #UsinaPamiro #NextiEngenharia #WeBrazilEnergy #TaxarOSolNao


0 visualização
  • Branca ícone do YouTube
logo_we_brazil_energy (1)2.png