Buscar
  • webrazil

Mesmo com crise, energia solar ainda cresce no país

Atualizado: Jul 16



Mesmo com a quarentena iniciada em final de março em muitos estados do Brasil, para coibir o avanço do novo coronavírus, a energia solar fotovoltaica cresceu 25% nos primeiros quatro meses de 2020, informa a Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica). Outra medição, da Agência Internacional de Energia, também detecta crescimento do setor a nível mundial, ainda que em ritmo menor, entre janeiro e março.

No caso brasileiro, segundo a Absolar, em janeiro o país tinha 4.470 MW de potência operacional instalada e, em 24 de abril, atingiu 5.576 MW. Por usar fonte renovável e gerar muitos empregos, a associação acredita no protagonismo das energias limpas na reconstrução da economia após a necessária fase de contenção do vírus.

“A energia solar terá função cada vez mais estratégica para o atingimento das metas de desenvolvimento econômico do país, sobretudo agora para ajudar na superação da crise imposta pelo isolamento social, já que se trata da fonte renovável que mais gera empregos no mundo”, diz o presidente do Conselho de Administração da Absolar, Ronaldo Koloszuk.

A entidade, no entanto, alerta para a necessidade de as empresas do segmento adotarem algumas medidas, como ajustes de contas, para não terem grandes prejuízos nesta crise e projetarem uma retomada consistente. O momento, apesar dos números divulgados, ainda é de isolamento preventivo, impacta a demanda e traz aumento em preços de equipamentos importados no curto prazo, como em qualquer setor.

Mundo

Em âmbito mundial, a Agência Internacional de Energia, em seu informe Global Energy Review 2020, conclui que as energias renováveis (fotovoltaica e eólica) são as únicas que crescerão em 2020, ainda que menos em relação aos anos anteriores, por suas características sustentáveis. No primeiro trimestre deste ano, afirma a agência, o uso global das renováveis foi 1,5% maior que no mesmo período de 2019.


As razões para a alta são as mesmas identificadas no Brasil; projetos entregues no final do ano passado e que começaram a operar agora, somados aos novos.

Como já informado em reportagem neste blog, a Agência Internacional de Energia Renovável (Irena, na sigla em inglês) defende o investimento em energia renovável como peça-chave na reconstrução da economia mundial após o enfrentamento da pandemia da Covid-19.


#EnergiaSolar #Fotovoltaico #Sustentabilidade #Coronavírus #Absolar #EnergiasRenováveis #WeBrazilEnergy

8 visualizações
  • Branca ícone do YouTube
logo_we_brazil_energy (1)2.png